quarta-feira, 21 de abril de 2010

Infiltrações em coberturas. Pesadelo agora tem solução.

Quase 90% dos clientes que entram em contato conosco porque sofram de algum tipo de infiltração são donos de coberturas. Infiltrações em coberturas são um problema geral que não acontece somente em prédios com acabamento barato. A grande maioria das nossas chamadas vem de proprietários de imóveis de altíssimo luxo nas áreas mais nobres da nossa cidade. É claro que o prejuízo financeiro em um apartamento de alto luxo é muito maior, se ele deixa de ser vendido ou alugado por conta de uma infiltração.

Nos últimos meses a RCA Hydrotech identificou a causa de vários vazamentos com o método de rastreamento químico. Seguem alguns exemplos:

Condomínio Edifício Salzburg, Lagoa, Rio de Janeiro

Uma infiltração chegou a gotejar encima da cama da suite master. Com a nossa técnica identificamos que o piso próximo á um chuveiro no deck da piscina estava com defeito na impermeabilização.
Neste caso a situação foi bastante delicada, pois várias outras pessoas já tentaram identifcar o problema antes da RCA Hydrotech e não chegaram a alguma conclusão. Evidentemente, a paciênça da inquilina desta cobertura já estava acabando.

Cobertura em condomínio na Rua do Bispo, Rio Comprido, Rio de Janeiro

O apartamento em baixo desta cobertura apresentou diversos focos de infiltração nos tetos. Os nossos ensaios com traçador químico comprovaram que um setor da laje da cobertura estava com problema na impermeabilização.
Ao invés de quebrar tudo e colocar uma manta asfáltica nova na laje inteira, o proprietário desta cobertura precisava consertar apenas o setor com defeito e acabou gastando muito menos.


Cobertura na Rua Fonte da Saudade, Lagoa, Rio de Janeiro

Esta detecção foi um dos maiores quebra-cabeças na história da RCA Hydrotech. No apartamento em baixo da cobertura apareceu um vazamento mais ou menos coincidentemente com o início de uma obra de reforma que foi realizada na laje acima do ambiente afetado. Isto nos levou a crer inicialmente que a obra deve ter provocado de alguma forma esta infiltração e começamos a realizar uma serie de ensaios com utilização de traçador químico. Como nenhum dos ensaios apresentou um resultado positivo, chegamos a descartar a obra como fator causador e procuramos outros suspeitos. Acabamos desconfiando que uma planta de tamanho extraordinário que estava crescendo na fenda entre o prédio da cobertura que sofreu a obra e o prédio vizinho. Um ensaio com injeção de uma quantidade abundante de solução com traçador químico comprovou que o problema estava originado na fenda entre os dois prédios. Tudo indica que provávelmente um pássaro deve ter colocado uma semente naquela fenda e a ação das raízes da planta que cresceu naquele ponto chegou a danificar a impermeabilização entre os prédios. Somente após a aplicação do traçador químico na fenda entre os dois prédios conseguimos identificar vestígios inconfundíveis (efeito fluorescente realçado por luz ultravioleta) do nosso contraste químico em diversos ambientes do apartamento da vítima deste vazamento.

Nenhum comentário: